domingo, 6 de dezembro de 2009

Coquetel contra o câncer

Chega ao mercado a primeira vacina contra o melanoma, câncer de pele. A droga não inumiza o indivíduo contra a doença, mas serve como um treinador de táticas de defesa. A grande dificuldade em evitar o crescimento de tumores malignos é que as células cancerosas dificilmente são reconhecidas pelo corpo como invasoras, porque pertencem ao organismo. A vacina resolve esse problema misturando essas inimigas irreconhecíveis com bactérias causadoras da tuberculose. O imunologista Malcolm Mitchell, as bactérias são bem conhecidas. Assim, a mistura é atacada pelo sistema imunológico, logo que entra na corrente sanguínea. A droga oferece vantagens sobre a quimio e a radioterapia porque tem efeitos colaterais mais suaves. Não provoca queda de cabelos nem enjôo. Por ora, o medicamento, criado pela empresa de biotecnologia Ribi ImmunoChem Research, em Montreal, é vendido apenas no Canadá. O Ministério da Saúde não tem previsão para a chegada da droga ao Brasil.
http://super.abril.com.br/saude/coquetel-cancer-437656.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário